fbpx

Agenda Tarsila reúne programação cultural que celebra os 100 Anos da Semana de Arte Moderna

A Agenda Tarsila reúne os eventos do Centenário da Semana de 22 com ações organizadas pelas Secretarias de Cultura e Economia Criativa e do Turismo do Estado de São Paulo, junto com prefeituras municipais e iniciativas privadas. O calendário deve reunir mais de 100 iniciativas, de julho de 2021 a dezembro de 2022, por meio de atividades realizadas por 60 instituições, corpos artísticos, espaços e programas culturais.

Semana de 22

Semana de Arte Moderna, também chamada de Semana de 22, foi uma manifestação artístico-cultural que ocorreu no Theatro Municipal de São Paulo, entre os dias 13 a 18 de fevereiro de 1922. O evento reuniu apresentações de dança, música e recital de poesias, além de palestras e obras de arte. As atividades, inspiradas em estética inovadora e na vanguarda europeia, trouxeram à tona uma nova visão sobre os processos artísticos, bem como a valorização da arte brasileira.

Confira aqui a matéria da Secretaria sobre a estreia da Agenda.

Abaixo, a Agenda Tarsila nas redes sociais:

Redes da Agenda Tarsila

https://www.facebook.com/agendatarsila

https://www.instagram.com/agendatarsila/

https://www.tiktok.com/@agendatarsila

https://www.youtube.com/channel/UChrlias9zilwKwd4e9VVKdg

Agenda Tarsila reúne programação cultural que celebra os 100 Anos da Semana de Arte Moderna

Programas geridos pela Sustenidos Organização Social de Cultura estão entre os destaques musicais

A Agenda Tarsila, em fase de construção, reúne os eventos do Centenário da Semana de 22 com ações organizadas pelas Secretarias de Cultura e Economia Criativa e do Turismo do Estado de São Paulo, junto com prefeituras municipais e iniciativas privadas. O calendário deve reunir mais de 100 iniciativas, de julho de 2021 a dezembro de 2022, por meio de atividades realizadas por 60 instituições, corpos artísticos, espaços e programas culturais.

Confira aqui e confira no site da Secretaria a matéria sobre o lançamento da Agenda.

Redes da Agenda Tarsila

https://www.facebook.com/agendatarsila

https://www.instagram.com/agendatarsila/

https://www.tiktok.com/@agendatarsila

https://www.youtube.com/channel/UChrlias9zilwKwd4e9VVKdg

Semana de 22

Semana de Arte Moderna, também chamada de Semana de 22, foi uma manifestação artístico-cultural que ocorreu no Theatro Municipal de São Paulo, entre os dias 13 a 18 de fevereiro de 1922. O evento reuniu apresentações de dança, música e recital de poesias, além de palestras e obras de arte. As atividades, inspiradas em estética inovadora e na vanguarda europeia, trouxeram à tona uma nova visão sobre os processos artísticos, bem como a valorização da arte brasileira.

Guri dá início à retomada presencial nos polos de ensino do interior e litoral

Projeto Guri – maior programa sociocultural do país, mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo – adaptou-se às necessidades impostas pela pandemia e transferiu o ambiente de estudo musical para o mundo digital. Foi (e tem sido) um período de desafios e aprendizados, mas equipes e Guris se preparam para o gradual retorno presencial, cumprindo todos os protocolos de saúde e segurança, e de forma acolhedora. Por enquanto, 69 polos (incluindo 3 unidades dentro da Fundação CASA) já têm data de reabertura.

O retorno será feito em 5 fases progressivas, buscando seguir as orientações do Plano de Retomada Consciente do Governo do Estado de São Paulo – Plano SP – https://www.saopaulo. sp.gov.br/planosp, além das diretrizes da OMS e da Secretaria de Saúde, e de adaptações específicas ao ensino musical. A previsão de início das aulas presenciais será a partir de 8 de setembro, mas deve variar de acordo com a realidade de cada cidade.

Assim, antes da abertura, alunos, alunas, familiares e responsáveis receberão instruções de como será a nova jornada. O Protocolo de Retomada e Segurança está no site Projeto Guri e a coordenação de cada polo entrará em contato para informar quando, exatamente, ocorrerá o retorno de cada grupo.

Durante todo o processo de retomada das aulas presenciais, o ensino do Projeto Guri se dará de forma semipresencial, isto quer dizer que todos seguirão recebendo práticas musicais por meio dos grupos de atividades remotas ou por meio do agendamento de encontros em plataformas de vídeo conferência. Para as turmas que retomarem às aulas de forma presencial, as atividades online serão enviadas a cada quinze dias, e para as turmas que ainda não retornarem presencialmente, as atividades serão encaminhadas semanalmente. Em todas as fases de retomada as aulas presenciais terão a duração de 45 minutos e entre cada aula haverá um intervalo de 15 minutos para a limpeza das salas e troca de ar.

Confira abaixo o retorno dos polos por regional e a data prevista para a reabertura:

ARAÇATUBA – 4 polos

Polo Alto Alegre – 28/9

Polo Avanhandava – 21/9

Polo General Salgado – 13/9

Polo Jales – 15/9

ITAPEVA – 9 polos

Polo Buri – 13/9

Polo CASA Madre Tereza de Calcutá 1 – 9/9

Polo CASA Rio Novo Iaras – 8/9

Polo CASA Três Rios – 9/9

Polo Itararé – 13/9

Polo Piraju – 15/9

Polo Regional Itapeva – 14/9

Polo Ribeirão Branco – 14/9

Polo Sarutaiá – 13/9

JUNDIAÍ – 3 polos

Polo Atibaia – 13/9

Polo Indaiatuba – 14/9

Polo Regional Jundiaí – 13/9

MARÍLIA – 5 polos

Polo Campos Novos Paulista – 20/9

Polo Lins – 14/9

Polo Ocauçu – 21/9

Polo Palmital – 20/9

Polo Promissão – 13/9

PRESIDENTE PRUDENTE – 12 polos

Polo Álvares Machado – 13/9

Polo Estrela do Norte – 20/9

Polo Junqueirópolis – 9/9

Polo Martinópolis – 9/9

Polo Ouro Verde – 8/9

Polo Pirapozinho – 8/9

Polo Presidente Bernardes – 13/9

Polo Presidente Venceslau – 13/9

Polo Regente Feijó – 14/9

Polo Santo Expedito – 13/9

Polo Tarabaí – 14/9

Polo Tupi Paulista – 14/9

SÃO CARLOS – 15 polos

Polo Araraquara – 15/9

Polo Caconde – 16/9

Polo Cordeirópolis – 15/9

Polo Dois Córregos – 16/9

Polo Lençóis Paulista – 14/9

Polo Maracatu – 13/9

Polo Mineiros do Tietê – 17/9

Polo Porto Ferreira – 15/9

Polo Santa Cruz das Palmeiras – 16/9

Polo Santa Gertrudes – 14/9

Polo São José do Rio Pardo – 15/9

Polo São Sebastião da Grama – 16/9

Polo Tabatinga – 14/9

Polo Tapiratiba – 15/9

Polo Vargem Grande do Sul – 16/9

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO – 17 polos

Polo Barretos – 13/9

Polo Cosmorama – 14/9

Polo Ibirá – 14/9

Polo ICEM – 8/9

Polo Mirassol – 14/9

Polo Nipoã – 14/9

Polo Nova Granada – 13/9

Polo Ouroeste – 10/9

Polo Palestina – 9/9

Polo Potirendaba – 22/9

Polo Riolândia – 9/9

Polo Santa Adélia – 14/9

Polo Severinia – 14/9

Polo Tanabí – 9/9

Polo Ubarana – 14/9

Polo Urupês – 8/9

Polo Votuporanga – 15/9

SOROCABA – 4 polos

Polo Ibiúna – 14/9

Polo Itu – 15/9

Polo Pilar do Sul – 15/9

Polo São Miguel Arcanjo – 14/9

Matrículas para novos alunos e alunas:

A inscrição de interesse para novos alunos e alunas será realizada até o dia 24 de setembro de maneira online, para os polos de ensino do interior e litoral de São Paulo. Após a reabertura do polo, o candidato terá a opção de entrar em contato com a coordenação por e-mail ou telefone e fazer o agendamento prévio para realizar a matrícula de modo presencial.

Para participar, não é preciso ter conhecimento prévio de música, nem possuir instrumentos ou realizar testes seletivos. São 5.397 vagas, para 30 cursos gratuitos de música, oferecidos no contraturno escolar, para crianças, adolescentes e jovens de 6 a 18 anos incompletos.

Para fazer a inscrição, o responsável deve acessar o link no site do Projeto Guri e preencher o formulário a partir de qualquer plataforma (celular, tablet, computador etc.).

Link: http://wae.projetoguri.org.br:8080/waeweb/servlet/hnwvcndrwdg?1,2021,2,1

Os formulários preenchidos nos meses de junho e agosto continuam valendo até o dia 24 de setembro. O sistema gerou uma lista de espera para os inscritos que ainda não tiveram suas matrículas efetivadas e os polos darão prioridade a ela. O preenchimento e envio do formulário de inscrição não garante a matrícula. Essa dependerá da quantidade de vagas disponíveis no curso escolhido e a ordem de inscrição.

Caso haja a vaga, o candidato receberá da coordenação do polo, posteriormente, um e-mail de boas-vindas com o número de matrícula e senha de acesso ao Portal do Aluno. No Portal, o Guri deverá anexar os documentos solicitados e preencher o questionário social. Os endereços dos polos estão no site www.projetoguri.org.br

Patrocinadores e apoiadores do Projeto Guri – Sustenidos: CTG Brasil; WestRock; Bayer; Novelis; Arteris; CSN; EMS; Grupo Maringá; NovAmérica Agrícola; Capuani do Brasil; Pinheiro Neto; VALGROUP; Raízen; BTP; Caterpillar; Cipatex; Faber-Castell; Supermercados Rondon; CNH Capital; Instituto 3M; Louis Vuitton; Mercedes-Benz; Petrom – Petroquímica Mogi das Cruzes; Castelo Alimentos; Enel; Pirelli.

Patrocinador Musicou – Sustenidos: CTG Brasil; Grupo Maringá; SulAmérica.
Patrocinador Som na Estrada – Sustenidos: Supermercados Tauste; Sky; Glovis; Supermercados Rondon.
Patrocinador Imagine Brazil e Ethno Brazil – Sustenidos:
 Sky e Supermercados Tauste.
Patrocinadores Institucionais da Sustenidos
: Microsoft e VISA.

Sobre o Projeto Guri: mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos (até 21 anos no curso de luteria, nos Grupos de Referência e nos polos da Fundação CASA). Cerca de 50 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o estado de São Paulo. Os mais de 330 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Sustenidos, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde seu início, em 1995, o Projeto já atendeu mais de 850 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

Sobre a Sustenidos: Eleita a Melhor ONG de Cultura de 2018, a Sustenidos é a organização responsável pelo Projeto Guri (nos polos de ensino do interior, litoral e Fundação CASA), Conservatório de Tatuí e Complexo Theatro Municipal. Além dos projetos especiais Som na EstradaMusicou e MOVE, e dos festivais Ethno Brazil e Imagine Brazil. Além do Governo de São Paulo, a Sustenidos conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas. Instituições interessadas em investir na Sustenidos, contribuindo para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, têm suporte fiscal da Lei Federal de Incentivo à Cultura e do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Pessoas físicas também podem ajudar. Saiba como contribuir: www.sustenidos.org.br/pessoa-fisica/

Duo Ouribá e Nego Bala participam da final do Imagine Festival, na Bélgica

As meninas do Duo Ouribá e o MC Nego Bala (fotos de Chussei Jukemura) participarão da etapa final do Imagine Festival evento que será realizado na Bélgica, dia 4 de setembro, a partir das 14h, no horário de Brasília. Os artistas, que venceram a última edição brasileira do festival, em 2019, na cidade de São Paulo, se apresentarão de modo virtual, em decorrência das restrições de entrada no país europeu. Para assistir, basta entrar o link:

Os shows da dupla e do MC foram produzidos pela Sustenidos Organização Social de Cultura, instituição gestora do Imagine Brazil, entre outros programas culturais. O festival é voltado para jovens músicos, contempla a todos os gêneros musicais e acontece no Brasil desde 2015.  

Criado pela Jeunesses Musicales International (JMI), maior ONG de música para jovens do mundo, o Imagine ocorre em cerca de 10 países. No Brasil, o concurso permite a participação de solistas ou grupos de até 8 pessoas, entre 13 e 21 anos, residentes no Estado de São Paulo. Além de valorizar a mistura de estilos musicais, o festival incentiva o contato com diferentes culturas e a troca de experiências.

Os três músicos brasileiros são ex-alunos do Projeto Guri – maior programa sociocultural do Brasil, gerido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.

Sobre os nossos artistas:

Duo de flautas, Ouribá foi o ganhador do primeiro lugar na edição 2019. A dupla é composta por Gabriela Gaspar Mauricio e Karina Alves Américo, alunas do Grupo de Referência do Projeto em Bauru; e do Conservatório Musical, de Tatuí. Para a apresentação na etapa final nacional a dupla apostou em composições inéditas de Paulo Maia, músico bauruense. “Conversamos com o Paulo Maia e ele aceitou desenvolver um repertório para o Imagine. Ele é como um padrinho para nós. Para a competição na Europa, pretendemos seguir a mesma linha e contar com as composições do artista”, revelou Gabriela Gaspar. A dupla recebeu uma oficina de orientação para a final Internacional com o flautista Toninho Carrasqueira.

O segundo lugar na etapa nacional de 2019 foi conquistado pelo MC Nego Bala. Marcelo Abdinego Justino Generoso, o Nego Bala, canta funk há 11 anos, é produtor e roteirista. Apresentou-se em eventos como a Virada Cultural, e em espaços como Mundo Pensante e Baixo Augusta. Uma de suas músicas, “Buraco no Céu”, entrou no curta “Brasil Impossível”, filme em que divide a trilha sonora com um clássico de Caetano Veloso.

“É a primeira vez que participo de um concurso e eu gostei do modelo, de como eles colocaram os jurados no meio da plateia. Não esperava estar entre os três (vencedores), mas foi uma vitória que não é apenas minha, mas de todos os garotos da comunidade que lutam e sonham com conquistas diariamente. Por isso, foi mais do que um prêmio, foi uma injeção de autoestima”, afirmou o artista.

Para a apresentação na Europa, o jovem promete novidades. “Quero aprimorar os concertos e afinações. O MC recebeu uma oficina preparatória de canto e performance de palco de Léo Corrêa.

Nego Bala dá palestras em escolas e instituições, conscientizando e estimulando os jovens de periferias e os internos da Fundação CASA. O músico compartilha sua história como ex-morador da Cracolândia (região da capital paulista) e ex-aluno do Projeto Guri na Fundação CASA, e como superou uma série de obstáculos.

Patrocinadores e apoiadores do Projeto Guri – Sustenidos: CTG Brasil; WestRock; Bayer; Novelis; Arteris; CSN; EMS; Grupo Maringá; NovAmérica Agrícola; Capuani do Brasil; Pinheiro Neto; VALGROUP; Raízen; BTP; Caterpillar; Cipatex; Faber-Castell; Supermercados Rondon; CNH Capital; Instituto 3M; Louis Vuitton; Mercedes-Benz; Petrom – Petroquímica Mogi das Cruzes; Castelo Alimentos; Enel; Pirelli.

Patrocinador Musicou – Sustenidos: CTG Brasil; Grupo Maringá; SulAmérica.
Patrocinador Som na Estrada – Sustenidos: Supermercados Tauste; Sky; Glovis; Supermercados Rondon.
Patrocinador Imagine Brazil e Ethno Brazil – Sustenidos:
Sky e Supermercados Tauste.
Patrocinadores Institucionais da Sustenidos
: Microsoft e VISA.

Sobre o Projeto Guri: mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos (até 21 anos no curso de luteria, nos Grupos de Referência e nos polos da Fundação CASA). Cerca de 50 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o estado de São Paulo. Os mais de 330 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Sustenidos, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde seu início, em 1995, o Projeto já atendeu mais de 850 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

Sobre a Sustenidos: Eleita a Melhor ONG de Cultura de 2018, a Sustenidos é a organização responsável pelo Projeto Guri (nos polos de ensino do interior, litoral e Fundação CASA), Conservatório de Tatuí e Complexo Theatro Municipal. Além dos projetos especiais Som na Estrada, Musicou e MOVE, e dos festivais Ethno Brazil e Imagine Brazil. Além do Governo de São Paulo, a Sustenidos conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas. Instituições interessadas em investir na Sustenidos, contribuindo para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, têm suporte fiscal da Lei Federal de Incentivo à Cultura e do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Pessoas físicas também podem ajudar. Saiba como contribuir: www.sustenidos.org.br/pessoa-fisica/